Projetos

Parentalidade positiva, economia do cuidado e cultura de paz para a promoção do desenvolvimento integral na primeira infância

Parentalidade
São Paulo - São Paulo
2ª FASE
Divulgação

Instituição de Ensino Superior:  Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Participantes

Representante:

Maria Conceição do Rosário

Professores:

Profa. Mônica Ayres de Araújo Scattolin
Profa. Maria Carolina Tuma
Prof. Luciano Gamez
Profa. Ana Laura Schliemann
Profa. Rosa Resegue

Alunos:

Roberta Liberman
Paulo Victor Gomes Ramos
Larissa Cristina Marcolino Cisterna
Alice Barreto Santana
Maria Carolina Rocha Roswell
Giovana Superbi da Silva
Heloisa de Souza Pereira
Fernanda Alves Gomes Bastos
Bárbara Stéphanie Pereira Macedo
Yara Cristina Gabriel
Emerson Eduardo da Silva
Maria Conceição de Sene Faria
Carolina Matuck
Isabella Ferreira Ribeiro
Débora Alícia Rosa Rezende
Nicolle Siqueira Leme da Silva
Luiza Borel Dias Barcelos Moreira
Millena Siqueira dos Santos
Roberta Bisker Liberman
Taly Fainguelernt
Laura Moreira Rena
Lincoln de Machado e Castro
Helder Felix Cação Ribeiro

Descrição do Projeto

Este projeto tem como objetivos desenvolver e implementar um programa de apoio a mães e pais de crianças de 2 à 6 anos que promova habilidades de parentalidade positiva para estimular o desenvolvimento integral das crianças e reduzir a violência doméstica. Estão previstas três etapas de atividades nas quais serão utilizadas metodologias ativas para estimular o protagonismo dos alunos e a avaliação sistemática de todas as etapas do processo: workshops com a apresentação de conceitos de promoção do desenvolvimento, parentalidade positiva, cultura de paz e economia do cuidado; desenvolvimento de programa de apoio a pais on-line e gratuito; e implementação piloto do programa. A iniciativa transdisciplinar promove interação e troca de saberes entre docentes e alunos dos cursos de Psicologia, Enfermagem, Medicina e Desenho Educacional de duas instituições de ensino superior. 

Os beneficiários são mães, pais e/ou cuidadores principais de crianças de 2 a 6 anos que residam em comunidades de alta vulnerabilidade social. A participação de cuidadores principais de todas as idades, gênero, raças e crenças religiosas será estimulada em todas as etapas.

Contatos:

Maria Conceição do Rosário: mariaceica.rosario@gmail.com

Outros Projetos

VENCEDOR
Cidade Amiga da Criança
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
No Brasil há uma enorme desigualdade no acesso à saúde e à educação. Na comunidade da... Leia mais

Remodal