Projetos

Plantando e Colhendo Saúde na Primeira Infância

Parentalidade
Alfenas - Minas Gerais
FINALISTA
Divulgação

Instituição de Ensino Superior:  Universidade José Do Rosário Vellano - Unifenas

Participantes

Representante:

Dra. Alessandra Cristina Pupin Silvério

Professores:

Profa. Dra. Annie Beatriz de Carvalho
Profa. Dra. Ivana Araújo
Profa. Ms. Ciderleia Castro de Lima
Prof. Dr. Marcos Vinícius Reis
Prof. Dr. Sebastião Nilce Souto Filho
Prof. Dr.Yvan fernandes vilas boas
Prof. Ms. Alexandre Ponciano
Dra. Lidiane Paula Ardisson Miranda
Dr. Diogo Gontijo Borges
Danyele Cambraia Franco de Souza
Heloísa de Sousa Gomes Rodrigues

Alunos:

Alice Labecca Sacksida,
Aline Donizeti da Silva,
Aluisio Eustáquio de Freitas Miranda Filho,
Amanda Rocha Sathler Fontoura,
Ana Cristina Silva Paiva,
Andreza Almeida Ferreira de Souza,
Brenda Gersanti Borba,
Estefane Rodrigues,
Gabryela Silveira de Lima Eleutério,
Gianni Tonelli,
Gustavo Oliveira Silva,
Isabela Nicoletti Merotti ,
Isabela Fonseca Codignole,
Isabela Teixeira Gonçalves,
Igor de Oliveira Freire Monteiro,
Joice Cristina Santos do Couto,
Julia Dayrell Beretens,
Júlia Prado Mariano,
Kátia Mara Tavares,
Maria Clara Andrade Costa,
Matheus Santos Viana,
Marcelo Romero Rezende Filho,
Maurício Daniel Santos,
Milena Nasser Dias,
Patrícia Aparecida Coelho,
Pedro Augusto Araújo Silva,
Pietro Fernandes Mattinati Pagliuso,
Rafaela Gontijo,
Samantha Aparecida Silva Gonçalves,
Shoraia Rodrigues,
Simone da Silv,
Suelen de Lima Avelino, Medicina;
Tiffani Marioto Castro,
Vanessa Caroline Cardoso Silva,
Victória Caixeta Santos e Oliveira,
Yulli Aguiar Pereira,
Larissa Arantes Soares

 

 

Descrição do Projeto

O projeto atua desde 2012 na região sul de Minas Gerais onde famílias rurais foram diagnosticadas com intoxicações agudas e crônicas por conta do uso de agrotóxicos. Além da UNIFENAS, há diversos outros parceiros envolvidos que já atenderam 3.500 pessoas. Seu objetivo ao entrar no Desafio é ampliar o acompanhamento do desenvolvimento de gestantes e crianças na primeira infância, a fim de verificar e manejar impactos dos agrotóxicos, bem como atuar na prevenção de intoxicações, fazendo o treinamento das equipes (APS/PSF rurais) e incentivo dos cuidados com saneamento básico.

Para tal, envolvem docentes e discentes de 10 profissões e várias disciplinas integrativas visando atenção global de criança e gestante em diferentes aspectos do desenvolvimento e riscos inerentes a este público. Isso é importante pois diante dos problemas detectados pelo impacto de agrotóxicos (como autismo, neoplasias, etc), somente ações multiprofissionais podem diagnosticar e intervir para melhorar as condições de vida dessas pessoas.

Os beneficiários do projeto são gestantes; crianças de até 3 anos oriundas de famílias de classe média baixa; e profissionais de saúde dos municípios próximos.

Contatos:

Contato representante: alessandrapupin72@gmail.com

Outros Projetos

Remodal